Egresso do campus, Matheus defende dissertação e incentiva estudantes

Postado por: Joao Doarth

Formado em Matemática pelo Campus de Aquidauana (CPAQ) da UFMS no final de 2017, Matheus Felipe Cristaldo de Oliveira decidiu que aperfeiçoaria seus conhecimentos obtidos na graduação. Ele acaba de defender, em agosto de 2020, sua dissertação de mestrado.

Caminhado sonhado por muitos estudantes da graduação, a carreira na pesquisa científica exige dedicação e comprometimento. Para Matheus, uma base bem construída na graduação proporciona aprendizagens essenciais ao profissional. “A minha jornada acadêmica no Campus de Aquidauana foi marcada por muitas aprendizagens, principalmente no aspecto mais puro e aplicado da Matemática, meu curso de formação. Apesar de o curso ter o foco na licenciatura, em que a pesquisa também é importante, a pesquisa e o ensino não necessariamente precisam estar interligados no ramo da Matemática pura e aplicada. No entanto, quando estão ligadas, conseguimos abranger mais áreas acadêmicas e assim alcançamos mais objetivos”.

Com a ideia de aliar pesquisa e ensino, Matheus conta que o ingresso em um grupo de pesquisa foi fundamental para o desenvolvimento de sua carreira acadêmica. “Essa foi a minha motivação para ingressar no grupo de pesquisa Matemática Aplicada à Física Espacial, em que pesquisei soluções analíticas para uma específica equação diferencial, chamada de ‘Grad-Shafranov’, que possibilita modelar acontecimentos Físicos próximos ao planeta Terra e também no Sol. Um desses acontecimentos é a chamada “Reconexão Magnética”, responsável por explosões de plasma, que causam ventos ou tempestades solares e afetam redes elétricas, sistemas de comunicação e satélites, causando surgimento das Auroras nos polos da Terra”, explicou o egresso.

Matheus também nos conta que, enquanto pesquisador e educador, vê a união de duas áreas acadêmicas como um ponto relevante de seus seus trabalhos. A Física, um dos objetos de estudo do egresso, pode reforçar e auxiliar a aplicação da Matemática. “A Física possibilita a aplicação da Matemática de forma bastante efetiva. Observamos um anseio dos estudantes dos ensinos fundamental, médio e superior em enxergar essas aplicações. A conclusão do mestrado acadêmico me possibilitou melhorar a absorção e fundamentação dos conteúdos já iniciados no CPAQ, para que, em um momento posterior, eu possa trazer algum tipo melhoria no ensino da Matemática”, finalizou Matheus.

Matheus Felipe Cristaldo de Oliveira defendeu sua dissertação de mestrado no dia 27 de agosto de 2020, denominada “Modelos Analíticos de uma Forma Específica da Equação de Grad-Shafranov aplicado em Plasmas Espaciais”, no Programa de Pós-Graduação Mestrado em Física e Astronomia, da Universidade Vale do Paraíba (Univap), em São José dos Campos (SP). O egresso concluiu sua graduação no CPAQ no final de 2017, onde defendeu uma monografia intitulada “Teorema Local de Curvas”, com a orientação do professor Tales Fernando Vilamaior Paiva (UFMS/CPAQ).

Texto: João Doarth

Compartilhe:
Veja também