Programa de Residência Pedagógica abre seleção para vagas remanescentes

Postado por: Marco Santos

Estudantes dos cursos de licenciatura da UFMS e professores que atuam nas escolas de educação básica da rede pública podem se inscrever nos processos seletivos do Programa de Residência Pedagógica (RP) da UFMS.

O objetivo do programa é promover a imersão do estudante dos cursos de licenciatura da Universidade no cotidiano da escola de educação básica. O RP é uma das ações que integram a Política Nacional de Formação de Professores. “O programa de Residência Pedagógica contribui com a reflexão da teoria alicerçada a prática educativa nas escolas”, comenta a coordenadora institucional Marta Costa Beck.

De acordo com a coordenadora, a RP teve início em outubro de 2020. “Como alguns residentes selecionados no Edital 01/2020, concluíram o curso, estamos abrindo vagas remanescentes”, explica. “O término do Programa será em 31 de março de 2022, portanto, teremos a duração de 12 meses, com a obrigatoriedade de cumprimento de 272 horas para cada residente, distribuídas em dois módulos de seis meses”, diz Marta. “Os estudantes participarão de atividades remotas e/ou presenciais, organizadas com o preceptor da escola campo, a fim de vivenciar a docência. Eles são orientados por um docente da UFMS e pelo preceptor da Escola Campo que se responsabiliza por até dez acadêmicos”, ressalta.

São 63 vagas remanescentes para acadêmicos, sendo 23 para bolsistas e 40 para voluntários. Há vagas para as áreas de Matemática, Interdisciplinar: Química e Física, Ciências Biológicas, Pedagogia/Alfabetização, Língua Portuguesa, Interdisciplinar: Língua Espanhola e Língua Inglesa, Interdisciplinar: Filosofia e Sociologia, Interdisciplinar: História e Geografia. Podem participar estudantes da Cidade Universitária e dos câmpus de Paranaíba, Ponta Porã, Pantanal, Três Lagoas e Aquidauana. Os acadêmicos que forem classificados como bolsistas recebem R$ 400,00 mensais pagos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Para participar o estudante deve estar matriculado no curso de licenciatura na área escolhida, estar apto a iniciar as atividades logo após a seleção, ter cursado no mínimo 50% do curso ou estar matriculado a partir do quinto semestre e apresentar currículo cadastrado na Plataforma Capes de Educação Básica

Preceptor

Para preceptor é oferecida uma vaga no município de Nova Andradina, na Escola Estadual Fátima Gaiotto Sampaio, na área de História. Podem participar professores licenciados na área correspondente, com no mínimo dois anos de magistério na educação básica, que tenham disponibilidade de tempo para as atividades previstas no projeto, com currículo cadastrado na Plataforma Capes de Educação Básica e que façam parte do corpo docente da escola de educação básica da rede pública de ensino integrante do projeto institucional. O professor que for selecionado deve receber bolsa mensal no valor de R$ 765,00 pagas pela Capes. “Tanto os professores efetivos, como os contratados podem participar”, fala Marta.

Inscrições

As inscrições para estudantes e preceptores devem ser feitas até 13 de abril pelo Sigproj. Para mais informações consultar os editais abaixo ou entrar em contato com a coordenação do programa pelo e-mail: rp.prograd@ufms.br

 

Texto: Vanessa Amin

 

EDITAL (PROGRAD_RTR) n 123, de 08-04-2021

Download (PDF)

edital-124

Download (PDF)

 

Compartilhe:
Veja também