Peça teatral retrata os sentimentos vivenciados durante a quarentena

Postado por: Joao Doarth

Na tarde de segunda-feira, 16, o projeto Teatro na Universidade, em parceria com a Cia. Pé Esquerdo, apresentaram o primeiro espetáculo de artes cênicas do Festival Mais Cultura.Estreando a peça “Ensaios sobre a irrealidade cotidiana”, o grupo de teatro do Campus de Aquidauana (CPAQ) envolveu em sua narrativa diversos poemas e textos que expressassem os sentimentos aflorados durante a quarentena.

A atividade cultural foi exibida na faixa das 18h, pelo canal no YouTube da TV UFMS, e contou com a presença de 60 espectadores de diversos estados do país. Os participantes interagiram no chat virtual e parabenizaram o grupo pela apresentação.

Pró-Reitor destacou a importância do grupo na UFMS

O pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte, Marcelo Fernandes, desejou boas-vindas ao público e destacou a participação do grupo de teatro no Festival. “A abertura do Festival ficou a cargo do nosso grupo de Teatro na Universidade, que hoje é um grupo estável da UFMS, ou seja, ele é reconhecido como patrimônio nosso. Então, queria dizer da minha alegria de ter um grupo desse fora da capital em um campus tão importante e tão histórico quanto o Campus de Aquidauana. Eu me alegro com esse movimento”, disse.

Em seu discurso, o coordenador do projeto, professor José Alonso Tôrres Freire, fez um balanço do cenário atual e enfatizou as influências da pandemia na construção da peça teatral. “Este ano está sendo muito difícil para todos e temos que aprender cotidianamente a usar ferramentas que usávamos uma vez ou outra, especialmente nós professores. Além disso, fomos obrigados por motivos de proteção a nos isolarmos uns dos outros. […] Este trabalho que vamos apresentar hoje é a nossa resposta a esses desafios, resultado de um esforço coletivo”.

Prof. José Alonso valorizou a continuidade do projeto, mesmo na pandemia

O professor ainda declarou sua profunda gratidão pelas conquistas neste ano. “A despeito de todos os problemas que enfrentamos, são essas vitórias que nós devemos valorizar. Continuamos fazendo as coisas em que acreditamos com todo amor e carinho, especialmente o teatro que é uma forma antiguíssima de tentar compreender o mundo e intervir nele também”, concluiu.

Durante o espetáculo, os artistas recitaram poemas e textos de Carlos Drummond de Andrade, Paulo Mendes Campos, João Guimarães Rosa, Luiz Olavo Fontes, José Régio, Vinícius de Moraes, Cecília Meireles, Antonio Cícero, Ferreira Gullar e Fernando Pessoa.

A narrativa retratou com sensibilidade a perplexidade humana em tempos de pandemia, o medo, o desejo de ver, a recusa dos caminhos fáceis, a morte, o amor nos tempos de pandemia, e outros sentimentos presenciados durante o isolamento social. Os artistas levaram aos espectadores uma mensagem de esperança por meio da arte.

Peça foi exibida na abertura do Festival de Cultura da UFMS

Teatro na Universidade é um projeto de cultura criado em 2017 e desenvolvido no CPAQ com o objetivo de aproximar estudantes de Aquidauana e Anastácio ao contato criativo com a arte do teatro. A ação é coordenada pelo professor José Alonso Torres Freire, com direção artística de Bianca Machado.

O elenco é composto por: Amanda Silva Vallim, Alessandra Ferreira da Conceição Rodrigues, Ariélle Santana Costa, Bianca Machado, Carlos Eduardo Henrique da Cruz, Gabriela Fontes Gonçalves, Gedy Brum Weis Alves, João Batista Martins Piazer, José Alonso Tôrres Freire, Kahena Francisquini Pellicioni, Leia Cristina Oliveira Santos, Lucas Pereira da Silva Santos, Marceli Nunes de Souza e Mateus Calvis Soares; e pelos convidados Carlos Oliveira Castro, Geraldo Martins, Helenilton França, Inês Diaz, Morgana Fabíola Cambrussi e Petrilson Pinheiro.

Veja abaixo como foi a apresentação da peça:

Texto: Juliana Ovelar (estagiária da Agecom no CPAQ)

Compartilhe:
Veja também