Egressa do campus continua pesquisa iniciada no Pibid e conclui mestrado em Estudos de Linguagens

Postado por: Joao Doarth

Suéllen Silva Varela acaba de defender, com sucesso, sua dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagens da UFMS. A estudante se formou no Campus de Aquidauana da UFMS em 2017, no curso de Licenciatura em Letras Português/Literatura, prosseguiu com os estudos iniciados na graduação e agora está motivada para seguir sua carreira profissional.

Com o título “A figura da mulher como mãe em contos de Machado de Assis”, Suellen teve sua dissertação aprovada na última segunda-feira, dia 19 de outubro. Agora, ela e seu orientador da graduação contam um pouco de sua trajetória até essa conquista.

Orientador de iniciação científica da estudante durante sua graduação, o professor José Alonso Torres Freire destaca a motivação da acadêmica para concluir mais essa etapa. “A Suéllen sempre demonstrou garra e capacidade de trabalho, por isso eu a convidei para fazer iniciação científica sob minha orientação durante a graduação. Ao longo do Mestrado, mesmo enfrentando problemas para se manter em Campo Grande por não ter bolsa, ela conseguiu finalizar bem seu trabalho. Fico muito contente que agora ela tenha conseguido o título de Mestre, tanto por sua capacidade quanto por seu percurso e determinação”, disse o docente.

Suellen defendeu dissertação de mestrado na última segunda-feira, 19 de outubro (clique para aumentar)

Suellen valoriza sua trajetória acadêmica e afirma que, durante sua graduação, não foram poucos os desafios que enfrentou. “A UFMS – Campus de Aquidauana é a universidade mais próxima da minha cidade natal, Miranda-MS, e, dentre as opções de cursos ofertados, eu escolhi o curso de Licenciatura em Letras Português/Literatura pelo amor à literatura, e foi uma das melhores escolhas que fiz, pois no decorrer do curso cada semestre e matéria estudados despertavam diferentes visões de mundo. Quando comecei, em 2014, o curso era na unidade I do campus, eu vivenciei a troca de unidade, a troca de alguns professores e o afastamento para doutorado de outros, além de uma greve de 04 meses”, disse a estudante.

Segundo a egressa, outro ponto importante em sua trajetória foi o crescimento pessoal e profissional. “Todo esse processo foi marcante e construtivo, pois aprendi muito como ser humano e profissional. Tive a oportunidade de ter aulas com excelentes profissionais, tanto os que já saíram, quanto com os que chegaram. No segundo ano de graduação, 2015, fui convidada pelo prof. José Alonso para entrar no PIBIC  (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica) e, como eu já era bolsista (Bolsa permanência e auxilio alimentação), fiz PIBIC voluntária, o que contribuiu muito para o meu despertar como pesquisadora. Juntos desenvolvemos a pesquisa com obras de Machado de Assis, que teve como resultado meu Trabalho de Conclusão de Curso”, contou Suellen.

Suellen começou a pensar na pós-graduação ainda durante o andamento de seu curso de Letras. Ela conta que, no mestrado, continuou seus estudos sobre Machado de Assis, iniciados no Pibid. “Ainda no último ano da graduação, em 2017, iniciei os estudos para o processo de seleção do mestrado em Campo Grande. Terminei a graduação, passei na primeira chamada para o mestrado e, no ano seguinte, 2018, estava matriculada no Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagens da UFMS, dando continuidade para a linha de pesquisa em Machado de Assis, que iniciei no PIBID, mas mudando o olhar para as figuras femininas presentes em alguns dos seus contos”, disse a egressa.

Por fim, a profissional, agora mestra, valorizou toda a base conquistada na graduação, demonstrando motivação para seguir na carreira docente e acadêmica. “A base de ensino que tive na instituição de Aquidauana fez toda a diferença para superar os desafios do mestrado e como professora em sala de aula, pois lecionei por um período em 2019 como professora na rede estadual de ensino de Campo Grande. É possível perceber como os nossos docentes são extremamente capacitados e o ensino que recebemos é de qualidade no Curso de Letras da UFMS/CPAQ, tanto que o resultado final dessa caminhada, ser aprovada e receber o título de mestre, motiva a busca por novas conquistas como pesquisadora, como um doutorado futuramente. Quando penso sobre a minha trajetória como acadêmica, sinto muito orgulho de ter estudado em uma instituição tão comprometida com a qualidade de ensino e sigo defendendo a universidade pública, para que outras pessoas como eu também tenham a oportunidade de viver essa conquista”, finalizou a egressa.

Antes de pesquisar sobre a mulher em contos de Machado de Assis, Suéllen participou de diversos projetos e pesquisas no Campus de Aquidauana, entre eles uma pesquisa sobre as obras de Machado de Assis, o projeto “Sociedade dos Leitores Vivos”, o projeto “Biblioteca Livre ‘O Torto”, o projeto “Cinema em foco”, além de ter participado de diversos eventos acadêmicos, dentre outros.

Mais informações sobre a trajetória acadêmica da egressa podem ser obtidas em seu currículo lattes, no endereço clique aqui.

Compartilhe:
Veja também